Biblioteca Florestal
Digital

Conjugação dos métodos da matriz de interação e do check-list na avaliação quali-quantitativa de impactos ambientais de um programa de fomento florestal

Show simple item record

dc.contributor.author Valdetaro, Erlon Barbosa
dc.contributor.author Silva, Elias
dc.contributor.author Silva, José de Castro
dc.contributor.author Jacovine, Laércio Antônio Gonçalves
dc.date.accessioned 2015-11-17T18:38:31Z
dc.date.available 2015-11-17T18:38:31Z
dc.date.issued 2015
dc.identifier.citation VALDETARO, E. B. et al. Conjugação dos métodos da matriz de interação e do check-list na avaliação quali-quantitativa de impactos ambientais de um programa de fomento florestal. Revista Árvore, Viçosa, v. 39, n. 4, p. 611-622. 2015. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16259
dc.description.abstract Este estudo teve como objetivo principal avaliar, qualitativa e quantitativamente, os impactos ambientais de um programa de fomento florestal, por meio do método da matriz de interação, coadjuvado por uma lista de verificação complementar, conhecida como método do check-list. Verificou-se, também, a aplicabilidade e complementaridade desses métodos para este caso. O referido programa foi realizado na região de influência do Polo Moveleiro de Ubá, na Zona da Mata mineira. O método da matriz de interação identificou 473 impactos, sendo 172 positivos (36,4%) e 301 negativos (63,6%), enquanto o método do check-list identificou 94 impactos, sendo 34 positivos (36,2%) e 60 negativos (63,8%). Concluiu-se que o referido programa possui impactos ambientais negativos e positivos, numa proporção de cerca de dois para um, respectivamente, bem como que os métodos usados se mostraram eficientes para a situação verificada, uma vez que foram capazes de identificar e descrever, em plenitude, tais impactos ambientais e de forma complementar. pt_BR
dc.description.abstract The main objective of this study was to assess, qualitatively and quantitatively, the environmental impacts of forestry incentives program, through the Interaction Matrix method, assisted by a list of additional verification, known as a Check-List Method. It was also verified the applicability and the complementarily of these methods to the present case. This program occurred in the region of influence of the furniture producing area of Ubá, in Zona da Mata, state of Minas Gerais. The method of the interaction matrix identified 473 impacts, 172 of them were positive (36.4 %) and 301 negative (63.6 %), while the Check-List Method identified 94 impacts, 34 positive (36.2 %) and 60 negative (63.8 %). It was concluded that the program has negative and positiveenvironmental impacts, in a ratio of about two to one, respectively, and the methods used were shown to be effective for the situation, since they were able to identify and describe, in its fullness, such environmental impacts, and in a complementary manner. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.39,n.4;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Extensão florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Avaliação de impactos ambientais pt_BR
dc.title Conjugação dos métodos da matriz de interação e do check-list na avaliação quali-quantitativa de impactos ambientais de um programa de fomento florestal pt_BR
dc.title Complementary use of interaction matrix method and check list to evaluate qualitatively and quantitatively environment impact of a forestry incentives program pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Árvore_v39_n4_p611-622_2015.pdf 343.3Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account