Biblioteca Florestal
Digital

Nodulação em leguminosas florestais em viveiros no sul de Minas Gerais

Show simple item record

dc.contributor.author Barberi, Alexandre
dc.contributor.author Carneiro, Marco A. C.
dc.contributor.author Moreira, Fátima M. S.
dc.contributor.author Siqueira, José Oswaldo
dc.date.accessioned 2016-07-19T19:39:42Z
dc.date.available 2016-07-19T19:39:42Z
dc.date.issued 1998
dc.identifier.citation BARBERI, A. et al. Nodulação em leguminosas florestais em viveiros no sul de Minas Gerais. Cerne, Lavras, v.4, n.1, p.145-153, 1998. pt_BR
dc.identifier.issn 2317-6342
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/18290
dc.description.abstract A simbiose com rizóbio não é uma característica inerente a todas as espécies da família Leguminosae. A capacidade de nodular, ou seja, de formar simbiose com bactérias fixadoras de N 2 denominadas vulgarmente de rizóbio, é mais freqüente entre as Mimosoideae e Papilionoideae e pouco freqüente nas Caesalpinioideae. Além disso, fatores químicos, físicos e biológicos do solo podem limitar a nodulação de espécies capazes de formar esta simbiose. Neste trabalho, pesquisou-se a presença de nódulos em 37 espécies de leguminosas cultivadas em dois viveiros do Sul de Minas Gerais. Não foram encontrados nódulos em nenhuma das 18 espécies de Caesalpinioideae pesquisadas, enquanto que das 19 espécies de Mimosoideae e Papilionoideae estudadas, 84% estavam noduladas. Com exceção de Platycyamus regnellii, cuja capacidade de nodular foi constatada pela primeira vez, e Colvillea racemosa as observações verificadas para outras espécies são consistentes com resultados obtidos por outros autores. Atividade da nitrogenase, enzima responsável pela fixação de N 2 , foi constatada em vários nódulos. Estirpes de rizóbio foram isoladas e identificadas de várias espécies, inclusive de algumas que ainda não possuem inoculantes específicos. pt_BR
dc.description.abstract The symbiosis with rhizobia is not widespread among all leguminous species. Nodulation capability, i.e., the ability to establish symbiosis with nitrogen fixing bacteria commomly denominated rhizobia, is more frequent among Mimosoideae and Papilionoideae and rare among the Caesalpinioideae. Furthermore, chemical, physical and biological soil factors can limit nodulation. The nodulation capability of 37 forest species cultivated under nursery conditions in South Minas Gerais state was investigated. Nodules were not found in 18 Caesalpinioideae species, meanwhile 84% of 19 Mimosoideae and Papilionoideae species were nodulating. With the exception of Platycyamus regnelli, for the first time found with nodules, and Colvillea racemosa, results obtained to the other species were consistent with previous observations. Nitrogenase activity was detected in many nodules and rhizobia were isolated from diverse species, including some that has no specific inoculant strains. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.relation.ispartofseries Cerne:v.04,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.title Nodulação em leguminosas florestais em viveiros no sul de Minas Gerais pt_BR
dc.title Nodulation in leguminous forest species in nursery conditions at south Minas Gerais state pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Cerne_v4_n1_p145-153_1998.pdf 26.71Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account