Biblioteca Florestal
Digital

Efeito da aplicação de pó de basalto nas propriedades químicas do solo, na nutrição e produtividade do feijoeiro e na absorção de nutrientes por Eucalyptus benthamii

Show simple item record

dc.contributor.advisor Almeida, Jaime Antonio de
dc.contributor.author Silva, Alinne da
dc.date.accessioned 2014-03-28T11:49:49Z
dc.date.available 2014-03-28T11:49:49Z
dc.date.issued 2007
dc.identifier.citation ALMEIDA, J. A. Efeito da aplicação de pó de basalto nas propriedades químicas do solo, na nutrição e produtividade do feijoeiro e na absorção de nutrientes por Eucalyptus benthamii . 2007. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages. 2007. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/7657
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Universidade do Estado de Santa Catarina pt_BR
dc.description.abstract As rochas moídas e aplicadas ao solo são constituídas de minerais de dissolução lenta que podem contribuir para o incremento da reserva nutricional do solo. A aplicação de pó de basalto apresenta uma série de benefícios ao solo, como a capacidade de fornecer nutrientes e propriedades de elevar o pH. Com o objetivo de avaliar o potencial da utilização do basalto proveniente de Ponte Alta - SC, como fonte de liberação lenta de nutrientes para as plantas e o seu efeito sobre propriedades químicas do solo, foram instalados dois experimentos. O experimento I, conduzido a campo em um Nitossolo Bruno no município de Urupema - SC objetivou avaliar o efeito da adição de doses crescentes do pó de basalto, e destas associadas ao esterco bovino, sobre as propriedades químicas do solo, a nutrição e a produtividade do feijoeiro, comparadas com a testemunha, adubação convencional e esterco isolado. Os tratamentos foram: testemuunha, adubação convencional, pó de basalto nas doses 2,5, 5,0, 10 e 20 t.ha-1, esterco bovino (4 t.ha-1) e as mesmas doses de pó de basalto associado à esterco bovino. A cultura utilizada foi feijão da variedade IPR Uirapuru. Não foi verificada diferença significativa pelo emprego de pó de basalto no rendimento do feijoeiro. Não houve interação entre ano e tratamento para o teor de macronutrientes, micronutrientes e Si no tecido foliar das plantas, mas houve incremento nos teores de N, P, Ca, Mg e Zn após um ano da instalação do experimento. No tratamento que recebeu adubo solúvel, o teor de K nas folhas foi maior do que os tratamentos que receberam o pó de basalto, associados ou não ao esterco bovino e a testemunha; O tratamento que recebeu adução convencional apresentou maior teor de Mg nas folhas em relação aos tratamentos que receberam pó de basalto; ocorreu diferença significativa entre os tratamentos que receberam pó de basalto em relação à testemunha e ao tratamento que recebeu adubação convencional para o Cu. O experimento II, conduzido em casa de vegetação com o mesmo solo do experimento 1, objetivou avaliar o efeito da aplicação de doses maiores de do pó de basalto, puras ou associadas com o esterco bovino, sobre a nutrição de eucalipto. Os tratamentos foram: testemunha, pó de granito + fosfato natural, adubação convencional, pó de basalto nas doses (10, 20, 50 e 100 t.ha-1), esterco bovino (4 t.ha-1) e as mesmas doses de pó de basalto associado à esterco bovino. A cultura utilizada foi o Eucalyptus benthamii. Após 315 dias da instalação do experimento verificou-se mudanças nas propriedades químicas do solo, com aumento do pH e nos teores de P, K, Mg e Si; e aumento dos teores de Si, K, Cu e Zn nas folhas. Com a continuidade do experimento em cultivos sucessivos espera-se que o pó de rocha forneça as plantas os nutrientes de forma contínua, por mais tempo, pois a rocha disponibiliza gradativamente os nutrientes. pt_BR
dc.description.abstract The rocks can be ground and applied straight into soil. Rocks are constituted of slow- dissolution minerals which provide a gradual release of nutrients, contributing to the increment of soil nutritional storage because of residual effects. The application of basalt powder shows a range of benefit to soil such as the capacity to supply nutrients and increase pH. Two experiments were set out aiming to evaluate the potential of basalt utilization from Ponte Alta, SC, Brazil as source of slow releasing nutrients to the plant and the effect chemical properties of soil. The experiment I was carried out in a Nitossolo Bruno in the field at Urupema, SC, evaluated the effect of the addition of increasing doses of the basalt powder, and those associated with the cattle on the chemical properties of soil, nutrition and productivity of bean, compared with the control, fertilizer conventional and manure isolated. The treatments were: control, conventional fertilizer, four crescent doses of basalt powder 2,5, 5,0, 10,0 and 20,0 t.ha-1 (dry base), cattle manure 4 t.ha-1 (dry base) and the same doses of basalt powder and cattle manure. The culture used was bean variety IPR – Uirapuru. There were no significant differences by the use of basalt powder in the yield of the bean. There wasn’t interaction between year and treatment for the content of macronutrients, micronutrients and Si in the leaf tissue of the plants, but there was an increase in levels of N, P, Ca, Mg, Zn after a year of the installation of the experiment. In the treatment it received soluble fertilizer, the amount of K in leaves was higher than the treatments that received the basalt powder, associated or not the cattle and the control; The treatment that received conventional fertilizer, had higher content of Mg in the leaves in relation to treatment that received basalt powder; was significant difference between treatments that received basalt powder in relation to the control, and the treatment he has received conventional fertilization for Cu. The experiment II was carried in the greenhouse with the same soil of the experiment I aimed to evaluate the effect of the application of the basalt powder, pure or associated with the cattle on the nutrition of eucalyptus. The treatments were: control, granite and natural phosphate, conventional fertilization, four crescent doses of basalt powder 10, 20, 50 and 100 t.ha-1 (dry base), cattle manure 4 t.ha-1 (dry base) and the same doses of basalt powder and cattle manure. The culture used was Eucalyptus benthamii. After 315 days-experiment it was verified changes in chemical properties in soil followed by pH increase and P, K, Mg and Si, and increases the levels of Si, K, Cu and Zn in the leaves. With the continuation of the trial in successive cultures it is expected that the powder of rock provide the nutrients the plants continuously, any longer, because the rock provides the nutrients gradually pt_BR
dc.format 69 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade do Estado de Santa Catarina pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Efeito da aplicação de pó de basalto nas propriedades químicas do solo, na nutrição e produtividade do feijoeiro e na absorção de nutrientes por Eucalyptus benthamii pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Alinne da Silva.pdf 4.078Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account